Reabilitando o Membro Superior – Atividade

É grande a demanda de pacientes que chegam ao serviço de Terapia Ocupacional com queixas relacionadas aos Membros Superiores. Por estarem diretamente ligados à funcionalidade, qualquer disfunção em suas estruturas dificulta as atividades mais simples.

A reabilitação em Terapia Ocupacional é feita através de atividades que visam estimular o exercício dos componentes de desempenho afetados. A proposta de atividade que segue tem como objetivo trabalhar a Amplitude Articular do ombro e do cotovelo, além de força muscular e outros aspectos funcionais envolvidos.

Você vai precisar de:

1

1-) Cilindros para encaixe, como latinhas de refrigerante vazias, ou qualquer outro formato (blocos lógicos ou outros objetos, considerando sempre o tamanho e o peso de acordo com o que se quer trabalhar no paciente)

2

2-) Uma cestinha simples, como as usadas para guardar prendedores de roupa.

3

3-) Uma tábua de encaixe, cuja visão frontal é mais ou menos assim. Você pode confeccioná-la em madeira ou até papelão, acrescentando os orifícios de acordo com as formas que serão encaixadas.

O paciente deve ficar posicionado de maneira correta e confortável, de frente para a tábua de encaixe. A cesta contendo os cilindros/formas fica fixada atrás, na altura adequada para que ele alcance sem precisar se virar, trabalhando a articulação do ombro.

4

O próximo passo é encaixar o cilindro no orifício correto, desenvolvendo a Amplitude Articular do cotovelo.

5

Tal atividade, além dos componentes já citados, também estimula as áreas: sensorial (cinestesia), cognitiva (planejamento, atenção, concentração, associação) e perceptiva (coordenação unilateral, viso-motora, figura-fundo, relação espacial).

Como Terapeutas Ocupacionais, podemos adaptar a atividade de acordo com a demanda do nosso paciente. Um exemplo interessante é utilizar luvas de velcro para pacientes que não fazem preensão, adaptando também as formas e a tábua com velcros. Nos compete a criatividade para tornar tudo acessível ao nosso paciente, de maneira a conseguir trabalhar o necessário.

Obrigada pela visita, e até a próxima!