Vestindo e Despindo a Metade Superior: Como Treinar o Paciente Hemiplégico

O Vestuário é uma Atividade básica de auto-cuidado à qual o Terapeuta Ocupacional se atenta para que o seu paciente seja capaz de realizar de maneira independente. Para tal, é necessário fazer uma avaliação para identificar quais os fatores de desempenho afetados que dificultam tal realização.

Entre os fatores de desempenho, os que mais comumente dificultam o vestuário independente são: coordenação motora global, função bimanual, coordenação motora refinada, atenção, percepção de figura-fundo, baixa visão e déficit de sensibilidade.

Os pacientes hemiplégicos, cuja metade lateral do corpo apresenta dificuldades motoras e sensoriais, compõem uma população que apresenta limitações na realização de seu auto-cuidado. Pensando neles, desenhei um modelo de passo a passo para vestir e despir a metade superior do corpo com uma camiseta comum. Segue:

VESTIR

– O paciente deve estar sentado. O primeiro passo é identificar qual o verso da camiseta, ou seja, a parte que ficará nas costas. Instrua o paciente a apoiar a camiseta nas pernas, posicionada de forma que ele veja o verso dela, com a gola próxima aos joelhos e a barra próxima à cintura.

1

– Abrir a barra da camiseta e inserir o membro superior parético/plégico, puxando a camiseta com a outra mão de forma a guiar o MS parético à manga de seu mesmo lado, conforme indica a imagem.

2

– Após inserir a mão do lado afetado na manga, puxar a camiseta com a outra mão em direção ao ombro, para vestir todo o membro superior.

3

– Inserir o membro superior saudável na outra manga.

4

– Guiar a gola da camiseta em direção à cabeça.

6

– Após inserir a cabeça na gola, puxar a barra para posicionar a camiseta corretamente.

7

DESPIR

– Utilizar a mão saudável para segurar a parte posterior da gola da camiseta.

8

– Puxar a gola pela parte posterior em direção à parte anterior, liberando a cabeça.

9

– Despir o membro superior afetado.

10

– E, por último, despir o membro superior saudável.

11

É importante para a Terapia Ocupacional que o paciente seja capacitado para fazer tudo o que precisar e quiser. Espero ter sido útil!

Obrigada pela visita, e até a próxima!

 

 

Daniel e a Terapia Ocupacional

Antes de mais nada: Feliz dia do Terapeuta Ocupacional!

Para o dia de hoje, mais uma postagem especial para homenagear uma das nossas áreas de atuação: a Saúde Mental. Sei que não posto muito a respeito deste assunto pois a área em que trabalho é mais voltada para neuro e ortopedia, mas nossa profissão tem um papel importantíssimo no cotidiano dessa população específica e eu realmente gostaria de homenagear a todos os que trabalham fazendo a diferença na vida dessas pessoas!

Esta historinha é dedicada a alguém muito especial para mim. Espero que gostem!

Obrigada pela visita, e até a próxima!

Vídeo