Confeccionando: Calça de Posicionamento

A calça de posicionamento – ou “Calça da Vovó” – é uma alternativa de baixo custo que podemos utilizar para várias demandas de pacientes.  Ela oferece simetria para um posicionamento correto de cervical e tronco, possibilitando ao paciente um bom alcance visual, otimização dos movimentos de membros superiores e prevenção de deformidades.

Nós só precisamos de:

01

Uma calça jeans, de preferência do tamanho  42 pra cima.

02

Retalhos de espuma, que podem ser comprados em uma loja de espumas. Se você tiver um colchão casca de ovo que não for mais utilizar, pode desfazê-lo.

03

E os materiais básicos: linha e agulha.

São apenas quatro passos para fazermos a calça básica, e você pode acrescentar diversos estímulos posteriormente.

04

O primeiro passo é fechar as pernas da calça costurando com ponto chuleado (aquele ponto em espiral).

05

Depois, rechear a calça inteira com os retalhos de espuma, caprichando bem para ficar firme.

06

Costurar a parte do zíper, para não ter perigo do paciente abrir e o recheio escapar.

07

E, por último, costurar com ponto chuleado a abertura maior da calça, que fica na cintura.

Depois de finalizar a calça, você pode – como comentei anteriormente – acrescentar alguns estímulos para o paciente realizar ATIVIDADES. Uma ideia interessante é acrescentar estímulos táteis, texturas diferentes na extensão das pernas da calça; ou acrescentar bolsos com surpresas dentro, ou velcros para fixar objetos e outros brinquedos.

A calça pode ser utilizada de várias maneiras:

08

A maneira tradicional, com o paciente em decúbito dorsal, onde a região cervical fica posicionada no meio das duas pernas da calça. Se você disponibilizar de um coxim triangular, pode posicionar a calça apoiada no coxim para elevar o tronco do paciente e favorecer a utilização dos membros superiores.

09

Com o paciente em decúbito lateral, com a cervical apoiada na divisão entre as duas pernas da calça, interagindo com os estímulos acrescentados em uma das pernas. Este posicionamento é interessante para trabalhar com pacientes que apresentam hemiparesia, estimulando a utilização do lado parético.

10

Com o paciente em decúbito ventral, com o peito apoiado no quadril da calça e os membros superiores à frente para facilitar a realização de atividades.

A calça pode ser utilizada para vários tipos de pacientes e durante várias atividades, sejam lúdicas ou básicas de auto cuidado, como o momento da alimentação, onde a cabeça deve ser bem posicionada para favorecer a mastigação e a deglutição. É uma ótima ferramenta para utilizarmos em nossos atendimentos de Terapia Ocupacional e para orientarmos a confecção e utilização em casa, pelos pais e cuidadores.

Espero que tenham gostado.

Obrigada pela visita, e até a próxima!